Ao técnico em edificações é permitido desenvolver e executar projetos de edificações com até 80 m² de área construída que não constituam conjuntos residenciais e não envolvam estruturas de concreto armado ou metálica. Assim, é o técnico em edificações que:

  • Planeja a execução, elabora orçamento e memorial descritivo de obras
  • Supervisiona a execução de diferentes etapas do processo construtivo
  • Presta assistência técnica no estudo e desenvolvimento de projetos, pesquisas e controle tecnológico de materiais na área da Construção Civil. Orienta e coordena a execução de serviços de manutenção de equipamentos e de instalações em edificações
  • Orienta na assistência técnica para compra, venda e utilização de produtos e equipamentos especializados.
  • Atribuições do técnico em edificações

    De acordo com o artigo 4º do Decreto Federal n° 90.922/85, cabe ao técnico em edificações, respeitados os limites de sua formação:

    I – executar e conduzir a execução técnica de trabalhos profissionais, bem como orientar e coordenar equipes de execução de instalações, montagens, operação, reparos ou manutenção;

    II – prestar assistência técnica e assessoria no estudo de viabilidade e desenvolvimento de projetos e pesquisas tecnológicas, ou nos trabalhos de vistoria, perícia, avaliação, arbitramento e consultoria, exercendo, dentre outras, as seguintes atividades;

    III – executar, fiscalizar, orientar e coordenar diretamente serviços de manutenção e reparo de equipamentos, instalações e arquivos técnicos específicos, bem como conduzir e treinar as respectivas equipes;

    IV – dar assistência técnica na compra, venda e utilização de equipamentos e materiais especializados, assessorando, padronizando, mensurando e orçando;

    V – responsabilizar-se pela elaboração e execução de projetos compatíveis com a respectiva formação profissional;