Uma boa fundação é essencial para não ter dores de cabeça durante a execução de uma obra. E para isso, as sapatas de concreto são fundamentais.

São elas as responsáveis por garantir sua resistência e durabilidade de uma construção. Elas são  a base, abaixo da superfície e por isso, de vem ser fortes o suficientemente para absorverem as cargas emitidas pela edificação e distribuí-las no solo.

E se você quer saber mais sobre as sapatas, funções e tipos, não deixe de conferir este artigo.

Boa leitura!

O que são as sapatas?

A NBR 6118 define sapatas como “estruturas de volume usadas para transmitir ao terreno as cargas de fundação, no caso de fundação direta”. Ou seja, é ela a responsável pela sustentação do peso da construção, aumentando a distribuição da carga no solo.

Geralmente, elas têm uma base quadrada, retangular ou trapezoidal.

Quais os tipos de sapatas?

Há diversos tipos de sapatas e, entre as mais comuns e básicas, podemos citar:

1.Sapata isolada

É o tipo de fundação mais superficial e simples, por isso mais usada na construção civil. Esse tipo é projetado para suportar e transmitir, geralmente, os esforços de apenas um pilar ou coluna.

É indicada para construções em terrenos firmes.

2. Sapata corrida

Este tipo suporta cargas de elementos contínuos com cargas distribuídas linearmente, como muros, paredes e pilares ao longo de um mesmo alinhamento.

Por isso, é comum em construções de pequeno porte em terrenos firmes.

3. Sapata associada ou combinada

Quando duas ou mais sapatas isoladas ficam próximas demais por falta de espaço ou por uma questão estrutural, uma sapata associada é criada para evitar que as bases se sobreponham e atrapalhem a construção.

Assim, ela deve ser rígida o suficiente para receber a carga dos pilares de cada uma das sapatas isoladas.

4. Sapata alavancada, com viga de alavanca ou viga de equilíbrio

É usada quando a base da sapata não coincide com o centro de gravidade do seu pilar, seja porque está perto de divisas de terreno ou por causa de algum obstáculo. Nesse caso, a viga é criada entre duas sapatas para transferir parte dos esforços e equilibrar o conjunto, chamada viga alavanca.

sapatas

Qual a função das sapatas em uma obra?

Para que uma construção permaneça no seu lugar, sem instabilidades ou rupturas, é preciso que ela seja erguida sobre um alicerce. Ou seja, uma base abaixo da superfície que seja forte o suficiente para absorver as cargas da edificação e distribuí-las no solo.

Indicadas para áreas de solo estável e de alta resistência em suas camadas superficiais, as sapatas são elementos da fundação executadas com concreto armado e barras de aço ou armaduras que absorvem as tensões e as transfere para o terreno.

Dessa forma, quando projetadas de modo correto, as sapatas suportam cargas mais elevadas em comparação às vigas, blocos e radiers.

Quais são os benefícios do uso das sapatas

Entre os inúmeros benefícios do uso das sapatas na construção civil podemos mencionar:

  • Oferecem um trabalho mais eficiente, pois são construídas de forma direta no solo, dentro de uma escavação;
  • Entre as fundações rasas, as sapatas são as estruturas que aguentam maior capacidade de carga;
  • Podem ser executadas com pouca escavação e baixo consumo de concreto;
  • Apresentam baixo custo;
  • A execução é rápida;
  • Podem ser construídas sem equipamentos ou  ferramentas especiais.

Erros no Planejamento de Obras - Sapatas

Gostou do texto? Quer saber mais sobre outros temas relacionados à construção civil?  Então não perca tempo!